Madri e UAM – o bom e o ruim

Plaza Mayor, um dos melhores de Madri

Agora que eu já voltei pra casa e aproveitei um pouquinho do Brasil, penso no intercâmbio como um todo, as coisas que fiz de bom e as escolhas nem tão boas assim. Antes de viajar, alguns colegas me deram informações sobre a cidade, a universidade e a experiência do intercâmbio em si. Agora eu vejo vários amigos embarcando na mesma viagem. Então esse post traz algumas dicas aos novos intercambistas, principalmente para os que forem para Madri ou pra Universidade Autónoma de Madrid.

Estudar, estudar, estudar? 
As disciplinas que queremos cursar na universidade estrangeira é uma das primeiras coisas que definimos quando vamos fazer intercâmbio.  Geralmente selecionamos as matérias ainda no Brasil. Mas, após começarem as aulas, os estudantes da UAM têm cerca de suas semanas para definir quais disciplinas querem realmente cursar.

O ideal é fazer uma seleção das matérias que tem interesse e frequentar as primeiras aulas, quando o professor distribui o plano de ensino e lista as avaliações do semestre. Aí dá pra avalias a quantidade de trabalho que você terá durante a estadia e se aquela disciplina “Teoria do Conhecimento 2” realmente te interessa.

Na UAM, todas as disciplinas têm dois encontros na semana: em um dia, duas horas de aula teórica e, no outro, uma hora de aula prática. Para o pessoal das humanas, a prática geralmente é a discussão de um texto ou apresentação de seminário.

Escolhi quatro disciplinas, mais o curso de espanhol oferecido gratuitamente pela UAM aos intercambistas e as aulas de vôlei. Nem todas as matérias foram boas como eu esperava, mas também não tive uma quantidade exorbitante de trabalhos. Deixei de fazer algumas disciplinas que me interessavam para não ter aula na sexta-feira. É uma escolha pessoal, mas que para mim foi acertada. Com um fim de semana de três dias poderia fazer viagens curtas com mais frequência e aproveitar a melhor noite de Madri – a quinta-feira.

Quinta é dia de “chupitar”. Chupitos são os drinks que os promoters das balads oferecem para você entrar e conhecer a festa. O que eles querem é que você faça volume no lugar até o horário em que os espanhois realmente costumam sair – depois da 1h. Ou seja, até esse horário, você pode ir de bar em bar tomando todos os chupitos que te oferecem. Na quinta-feira, como menos gente sai pra festar, há mais ofertas de chupitos.

Outra opção é reunir os amigos para fazer um botellón (famoso esquenta) e entrar nas festas antes da 1h30, quando ainda há entradas grátis. As baladas mais famosas, como o Teatro Kapital (clube de sete andares), não oferece essa regalia. É 15 euros pra entrar com uma copa (drink).

Quinta-feira também tem bastante festa para os intercambistas, promovidas pelas organizações Erasmus – procure os grupos no facebook!

Faça um esporte e ganhe um amigo
Procurar uma equipe de vôlei foi uma das primeiras coisas que fiz ao chegar na Universidade Autónoma. A secretaria de esportes tem uma oferta imensa de opções de atividades pra fazer, incluindo esgrima, padel, capoeira (sim!) e aerosalsa. Para participar das aulas é preciso pagar a taxa de inscrição de 30 euros que vale para o ano todo. Cada modaliade tem um preço à parte. Vôlei avançado custava 20 euros, mas também havia  a opção de pagar à vista 88 euros e fazer as aulas, usar a piscina e a academia de musculação. Você ainda pode pedir para validarem os créditos da disciplina.

As aulas aconteciam três vezes por semana em turma mista. Isso foi ótimo para ter mais contato com os espanhois. Nas outras aulas, via as mesmas pessoas uma ou duas vezes na semana no máximo. No vôlei, além conviver com os alunos com mais frequência, tinha que necessariamente interagir com eles.

Meu lugar ao Sol
Antes de ir pra Madrid, perguntei para alguns intercambistas brasileiros a faixa de preço dos alugueis e os locais bons para morar. A recomendação mais enfática que me deram foi: more no centro. Madrid tem uma ótima rede de transportes que te levam a qualquer lugar da cidade! Assino embaixo, principalmente se você for estudar na UAM.

A Universidade fica bem longe do centro (30 minutos de trem). Isso significa que toda vez que quiser sair ou fazer umas comprinhas vai ter que passar um tempinho no trem ou no metrô.

Renfe Cercanías, linha C-4: caminho diário para UAM

Ao chegar em Madri visitei somente um apartamento, achei o lugar ótimo e decidi ficar ali. Morava no bairro de Carabanchel, próximo à estação Marqués de Vadillo. Hoje, procuraria um lugar ainda mais central, próximo de alguma das estações: Sol, La Latina, Ópera, Tirso de Molina ou Antón Martin. Essas estações são próximas umas das outras e o mais importante, próximos do Sol. Aí fica a maioria dos bares e baladas. Outros bairros próximos como Malasaña e Chueca também tem ótimos bares e casas noturnas. Morando próximo do Sol, você pode sair à noite e voltar pra casa andando. Eu sempre tinha que pegar um ônibus caso quisesse voltar antes das seis da manhã (horário de abertura do metrô)…

Três amigas brasileiras moravam num apartamento ao lado da Plaza Mayor, super próximo do Sol. Ótima localização. Pagavam cerca de 350 euros com os gastos. Problema: o barulho durante dia e noite. O ideal é buscar um meio termo. E claro, quanto mais central, mais caro o aluguel.

Também é bom pensar nos seus colegas de apartamento. Minha intenção ao ir pra Espanha era morar com um espanhol, para aprender melhor o idioma. De fato, morei com uma espanhola e uma coreana. Acontece que a espanhola nunca parava em casa. Me dava bem com Minju, a coreana, mas teria aprendido muito mais se morasse com um espanhol ou algum hispanohablante, pessoas que poderiam solucionar mais dúvidas de vocabulário, corrigir pronúncia, gramática, etc.

Viajar mooooito
Se tiver a oportunidade de viajar, se joga! Pra mim, a melhor coisa da Europa é poder conhecer muitos lugares, culturas e línguas sem gastar muito tempo ou dinheiro. Dá pra encontrar voos baratos, ficar em hostel, etc. Isso eu consegui fazer bastante, como dá pra perceber pelos outros postse por outros ainda estão por ser escritos. As dicas de viagem merecem um espaço particular para  serem abordadas. Aguardem =))

Anúncios
Categorias: Uncategorized | 6 Comentários

Navegação de Posts

6 opiniões sobre “Madri e UAM – o bom e o ruim

  1. Viajar mooooito sempre!!!! hehehhe… mto bom!

  2. Brisa

    Uma pergunta: ir e voltar de segunda a quinta para a UAM de trem, demorando 30 minutos nao era cansativo nao?

    • milenalumini

      Oi Brisa, eu não achava cansativo não. O trem é bem confortável e eu aproveitava o tempo pra dormir um pouquinho ou pra ler. O trem balança menos, daí é bem melhor do que ler no ônibus, por exemplo. Além disso, eu estava aproveitando a cidade, então mesmo andar de trem por meia hora era divertido =))

  3. Yana

    Vou estuar na UAM em 2014.1 e tenho dado uma olhada em apartamentos mais, conforme voce também aconselhou, pro centro de Madrid. Como voce fez? Alugou depois que chegou la? To meio perdida ainda, até pq também nao tenho companhia pra dividir por enquanto!

  4. milenalumini

    Oi, Yana! Eu pesquisei um quarto pra morar pela internet e entrei em contato com a dona do apartamento ainda aqui no Brasil. O ideal é que você veja o quarto antes de alugar, por isso, você muito provavelmente só vai fechar o aluguel quando estiver lá. Acredito que não é difícil achar companhia pra dividir quarto/apartamento e é sempre legal fazer novas amizades! Expliquei sobre como aluguei o quarto nesse post aqui: https://saludosespanoles.wordpress.com/2012/02/04/ya-tienes-un-piso/ talvez ele te ajude um pouco. Qualquer outra dúvida estou à disposição 😉 E ótimo intercâmbio pra você!

  5. Matheus Chiocheta

    Olá Milena! Olha só, sou graduando de Direito na PUC do Rio Grande do Sul e estou iniciando uma empreitada para buscar um ‘acesso’ e conseguir estudar um ou dois semestres na UAM. Caso queira maiores informações sobre a cidade, sobre a Universidad e até mesmo sobre como foste lá estudar, poderia entrar em contato contigo? Desde já, disponibilizo meu e-mail: matheus.chiocheta@gmail.com. Agradeço e até logo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: